Procurar Emprego Nas Redes Sociais

As Redes Sociais são cada vez mais utilizadas pelas Entidades Empregadoras para publicarem as suas vagas e procurarem candidatos a empregos, nos diferentes domínios e setores profissionais. As Redes Linkedin e Facebook são, sem dúvida, as mais utilizadas. O Linkedin é, no entanto, aquela que é, de longe, a mais utilizada pelas Entidades Empregadoras. Com efeito, no Facebook, é necessário pesquisar nos diferentes grupos e perfis que se dedicam a esta atividade de oferta e procura de empregos, sendo por isso mais moroso e menos profícuo. No Linkedin, está tudo concentrado num único site, sendo muito fácil a pesquisa das ofertas de vagas lá registadas pelas próprias Entidades Empregadoras.

O Linkedin é um site dirigido exclusivamente ao setor profissional, onde profissionais e empresas escrevem os seus perfis. Os profissionais aí indicam as suas competências profissionais, trabalhos realizados, a sua experiência profissional global. As empresas descrevem a sua área de intervenção, produtos, objetivos e demais elementos de informação pertinente. Todos esses dados podem ser, evidentemente, pesquisados e partilhados por todos os elementos inscritos na rede Linkedin. Qualquer um, empregado, desempregado ou à procura do primeiro emprego, pode abrir o seu Perfil no Linkedin neste link: http://www.linkedin.com/portugues .

As Entidades Empregadoras também podem inscrever as suas empresas, abrindo um Perfil aqui neste link: https://www.linkedin.com/uas/login?session_redirect=http%3A%2F%2Fwww%2Elinkedin%2Ecom%2Fcompany%2Fadd%2Fshow

Podem também divulgar no Linkedin as vagas para empregos que tenham para oferecer e que qualquer profissional lá inscrito pode consultar.

Estas vagas podem ser facilmente pesquisadas utilizando o Sistema de Pesquisa do Linkedin. Podemos pesquisar por palavras-chave, por Empresas, por Cargos Profissionais, por Localidade, etc., ou por combinação de todas. Por exemplo, um Electricista que procure um emprego poderá colocar na Caixa de Pesquisa o seguinte: ‘Electricista’, ‘EDP’ (ou outra empresa), ‘Electricista EDP’,  ‘Electricista Lisboa’, ‘Electricista EDP Lisboa’, etc..

Ao fazer a pesquisa, aparece-lhe uma página com as respostas encontradas, de acordo com as vagas anunciadas, ou nenhuma se não existirem vagas, de acordo com os Critérios de Pesquisa que utilizou.

O Linkedin não serve apenas para procurar empregos. Serve para muito mais, nomeadamente: contactos com outros profissionais, do setor ou não, partilha de conhecimentos profissionais, valorização profissional e divulgação das suas competências por entre os restantes profissionais e empresas, para uma eventual oportunidade de subida profissional futura.

Por isso, é de todo o interesse que cada profissional alargue a sua Rede de Contactos (‘Conections’), isto é, que aumente o número de profissionais a que se encontre ligado. Ao conectar-se a um novo profissional inscrito no Linkedin, pode passar a consultar a Rede de Contactos desse profissional e, assim, arranjar novos contactos que lhe interessem, ligados à sua profissão.

Pode também Seguir certas Empresas e será depois informado sobre vagas de emprego, entre outras informações.

Muitas outras funcionalidades apresenta o Linkedin, as quais só depois de inscrito poderá encontrar.

Do que é que está à espera!? A inscrição é grátis e compensa!

PARTILHA  PELOS  TEUS  AMIGOS!!!

Leia também os artigos da página ‘Temas Úteis’: http://josematias.pt/eletr/temas-uteis/

08/10/2013

José V C Matias

www.josematias.pt/eletr

www.josematias.pt

www.facebook.com/jvcmatias

Sobre josematias

Licenciado em Engenharia Electrotécnica, ramo Energia e Potência, pelo I.S.T., em 1977, cedo comecei a leccionar no Ensino Secundário, desde 1975 até à data. A falta, então existente, de material didáctico para o apoio das aulas teóricas e práticas da área de Electrotecnia/Electrónica, fez despertar a necessidade de produzir textos de apoio para os alunos que, em colaboração com o colega Ludgero Leote, permitiu que fossem publicados os livros ‘Automatismos Industriais – Comando e regulação’, ‘Sistemas de Protecção Eléctrica’ e ‘Produção, Transporte e Distribuição de Energia’, em 1981/2/3. A partir daí, nunca mais parei de escrever, o que para mim é um prazer! O colega Leote, com outros interesses diversificados, desistiu de escrever para publicação. Escrevi ainda o livro Máquinas Eléctricas-Transformadores com o colega José Rodrigues que, entretanto, se deslocou para o Portugal ‘profundo’ (um abraço)! Tive uma curta experiência como Orientador Pedagógico, à Profissionalização, no Alentejo, muito interessante, mas que não foi suficiente para deixar o contacto directo com o aluno, e com os livros, os quais saem bastante enriquecidos com esse contacto permanente. Na verdade, é bem verdadeiro o velho ditado “ao ensinar, aprende-se duas vezes”. É esta a principal razão para continuar com o giz e o apagador, e não dentro de um qualquer gabinete, apesar dos problemas actuais do nosso ensino. Se, cada um de nós, dentro das suas possibilidades, características e competências, dermos algo aos outros, sairemos todos mais enriquecidos! O meu trabalho é fundamentalmente autodidacta, com muita pesquisa (nos livros, na Internet, no laboratório real e, agora, no virtual). Apesar das dificuldades do ensino, nunca desisti, e não vou desistir. Acredito que este país irá saber dar a volta por cima ! Depende de cada um de nós!
Esta entrada foi publicada em candidatos a empregos, desempregados, Empregos, linkedin, linkedin e empregos, oferta de empregos, Procurar emprego, redes sociais e empregos, Vagas de empregos. ligação permanente.

Deixar uma resposta